O poder das “Listas”

Muita coisa acontecendo?

Sabe aquela sensação incômoda de ter um milhão de coisas para fazer e ter todas elas zumbindo na sua cabeça? E não te deixando em paz? Nessa vida corrida que temos, aparecem demandas o dia inteiro e temos medo de deixar algo importante escapar: e-mails sem resposta, mensagens esquecidas, compromissos perdidos. E nossa credibilidade, que construímos com tanto empenho, acaba ficando comprometida.

Estar organizado é impedir que situações como esta se multipliquem. Estar organizado é ter um sistema de trabalho que mantém as tarefas, os compromissos e as informações sob controle. 

Uma das melhores maneiras de se organizar é através de listas. É algo muito simples que não requer muita explicação. Escrever ítem por item, um depois do outro. Simplesmente esvaziar a mente. Deixar a mente livre. 

Trabalhar com listas de modo efetivo e eficiente traz ótimos resultados e permite a concentração no que importa. 

Para que qualquer tipo de organização seja efetivo é fundamental escolher o momento certo. Não adianta fazer pela metade. Então, se você decidiu começar, escolha o melhor horário, aquele no qual você pode estar engajado e sem distrações, e vá em frente, sem voltar atrás.

O primeiro passo é fazer uma busca de tudo que está acontecendo e colocar em um só lugar. Fazer uma coleta ampla e geral e colocar em uma lista sequencial, sem fazer nenhum tipo de classificação. Anotar tudo.

Uma lista bem feita colabora com a tomada de decisões.

O segundo passo é a categorização. Muita gente se perde nessa hora, porque ela requer muita energia. Quais são as principais categorias que você precisa? Esta reflexão é fundamental e não pode deixar nada de fora. Sua vida profissional e todos os assuntos ligados a ela: reuniões, textos a serem escritos, ligações, escreva tudo. Sua vida pessoal e todos os assuntos ligados a ela: escolha de cardápio, compras, compromissos com as crianças, médico, escreva tudo. É tirar da cabeça mesmo. Certo? 

Depois de separadas em categorias, é importante atribuir a relevância de cada uma das tarefas para definir o que fazer em primeiro lugar. Leve em conta quanto tempo demora cada atividade. E depois de decidir o que vai fazer, evite parar no meio. 

Entrar no flow é muito recompensador.

Ficou interessado/a em estar mais organizado? Entra em contato e enviaremos mais informações.